quarta-feira, outubro 19, 2005

Orçamento socialista?

Desde logo há um aspecto positivo neste orçamento que merece ser referido: não existem manigâncias contabilísticas. O facto de não haver, pelo menos à vista desarmada, sub-orçamentação ou receitas extraordinárias é de salientar. No entanto, no restante este orçamento é, no essencial, uma desilusão. Primeiro porque incide basicamente nas mesmas políticas dos governos anteriores do PSD para tentar resolver o défice, a saber: aumento de impostos – para além dos que já estavam em vigor, verifica-se um aumento nos pensionistas com mais rendimento - e congelamentos na função pública.
Por seu turno, a previsão de aumentar a receita através o combate à evasão fiscal é pouco ambiciosa e segue essencialmente a mesmas metodologias inauguradas por Ferreira Leite e Bagão Félix. Este governo não teve a coragem de levantar de vez o sigilo bancário.
À semelhança do que aconteceu nos governos laranjas, mantêm-se interesses intocáveis, como é o caso dos bancos que continuam a ser tributados a uma taxa mais baixa. Aliás, como demonstram as notícias de hoje, algumas destas instituições pautam-se por uma postura irrepreensível no que diz respeito ao branqueamento de capitais. Merecem, por isso, todos os benefícios! A tributação às grandes fortunas é para esconder. Se tivessem coragem poderiam ter retomado o projecto de Sá Fernandes do governo de Guterres.
Também como os governos anteriores, este faz fé no aumento das exportações. Mas quais são medidas com impacto de apoio à inovação e ao investimento tecnológico nas empresas. Onde está o plano tecnológico neste orçamento?
O investimento público não só regride, como se insiste teimosamente em grandes obras cuja relevância sócio-económica é bastante questionável. Também aqui este governo pouco difere da lógica desenvolvimentista inaugurada pelos governos laranjas, nomeadamente, pelo consulado de Cavaco.
Contas feitas, é de facto um orçamento muito pouco socialista. Não admira, por isso, a grande dificuldade demonstrada pelo PSD em critica-lo.

1 Comments:

Blogger PiresF said...

Desde sempre, que os orçamentos do Partido Socialista foram pouco socialistas. Não é para admirar ninguém.

4:57 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Site Counter
Bpath Counter

fugaparaavitoria[arroba]gmail[ponto]com