sábado, dezembro 10, 2005

Os números não enganam

Rui Pena Pires apresenta, no Canhoto, dados inequívocos sobre o desenvolvimento humano que Portugal conheceu nestes últimos 30 anos à custa do Estado Social, nomeadamente, do Sistema Nacional de Saúde. Nestas três décadas a taxa de mortalidade infantil decresceu de tal forma que faz de Portugal um caso quase único a nível mundial. A evolução deste indicador dá que pensar. E, principalmente, deveria dar muito que pensar a uma direita dita liberal que não cessa de se embriagar na adulação da sua mitologia teórica, e se esquece de tentar compreender a realidade concreta que a rodeia.

2 Comments:

Blogger BoloRei said...

Cavaco delapidou a Segurança Social

7:39 da tarde  
Anonymous Daniel Melo said...

É mais por aqui que se deve fazer um exame crítico das políticas públicas (custo/benefício, prioridades..).
Mas se são os mais interessados que se esquecem de fazer a pedagogia política: os ps's, os be's, os pcp's, aquilo que se designa por "esquerda" portuguesa...
Por cá, o feudalismo subsistiu sob a forma de coutadas mentais e comportamentais.

6:31 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Site Counter
Bpath Counter

fugaparaavitoria[arroba]gmail[ponto]com