domingo, janeiro 08, 2006

Elites felizes

É corrente a acusação sobre o nível de provincianismo e de fechamento das nossas elites: que não são dinâmicas e que pouco têm contribuído para o desenvolvimento do país. Estou em total desacordo com esta ideia. Pelo contrário, acho que as elites portuguesas demonstraram uma inteligência verdadeiramente excepcional ao longo destas décadas de democracia. De facto, 30 anos depois de uma revolução, conseguir transformar Portugal num dos países mais desiguais da Europa - é obra! Não só defenderam e multiplicaram todos os seus interesses, como conseguiram viver muito felizes num país que se fez triste. Parabéns!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Site Counter
Bpath Counter

fugaparaavitoria[arroba]gmail[ponto]com