segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Escola (in)diferente

Entre os muitos desafios que a escola pública enfrenta actualmente este será um dos mais decisivos. A escola multicultural é já uma realidade sociológica, resta saber se esta corresponde a uma realidade educacional. Estará a escola pública apta para educar a diferença? Eu sei que isto não passam de clichés e de frases feitas. Aliás, se há áreas dominadas pela retórica bem intencionada e pelo sofisma fácil, a educação é uma delas. Toda a gente sabe qualquer coisa de educação. Não há ninguém que não tenha uma proposta ou uma sugestão a fazer. Por isso, é sempre difícil falar destas temáticas sem cair em lugares comuns. Aliás, este post é um exemplo claro disso mesmo. Mas, uma coisa é certa, o que for feito nestes anos marcará sem dúvida o nível de cosmopolitismo e de abertura da nossa sociedade. A imigração é uma coisa séria e a escola pública também. A duas coisas juntas deveriam ser A PRIORIDADE POLÍTICA. É perante assuntos como estes que a expressão tão badalada "há mais vida para além do déficit" ganha um significado concreto. Pelo menos, concreto em algumas consciências. Era importante que também se concretizasse na acção governativa. Ainda não perdi a esperança!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Site Counter
Bpath Counter

fugaparaavitoria[arroba]gmail[ponto]com