sexta-feira, novembro 11, 2005

Candidato a «esfingir»


«Cavaco Silva remete para os portugueses avaliação das críticas de Mário Soares»
Título do Público online, referente ao facto de Soares ter considerado Cavaco um candidato esfinge

2 Comments:

Blogger Luis M. Jorge said...

A estratégia de bipolarização do Soares só funciona se o Cavaco quiser. E não quer, com toda a razão.

É óbvio que para Cavaco é muito melhor ter quatro candidatos a desunharem-se à esquerda do que dar importância a um deles. É isso e não as falhas do discurso ou a incapacidade de alinhavar um argumento que está a silenciar Cavaco Silva. Agora o que eu acho engraçado é que os soaristas sabem disso muito bem e sabem que a sua estratégia não vai resultar. O que vai acontecer é que simplesmente Cavaco acorda um dia, na altura da campanha, vai para unm palanque dizer meia dúzia de chavões iguais aos do Soares e pronto, já falou da Europa, da democracia e dos assuntos globais. E depois? Como é que Soares vai esvaziar o balão que anda agora a encher?

A estratégia de Soares é a estratégia do desespero. Todo o país está a perceber isso há muito tempo (menos os alinhados, que nunca percebem nada). E é por esse motivo que ele não consegue animar as sondagens.

Além das gaffes, do efeito Manuel Alegre e da campanha mal organizada, é claro.

O país pode admirar o homem, mas não pôe o seu voto no candidato.

10:28 da manhã  
Anonymous Nuno Sousa said...

Caro corvo, vejamos: é um facto que a estratégia de Cavaco é essa, agora ou estamos de acordo com ela ou não estamos.

A mim parece-me pouco sério que alguém pretenda ser Presidente da República sem se dignar sequer alinhavar umas ideias sobre o assunto. Por isso me posiciono contra essa atitude.

Dito isto, não é só pela forma como gere a sua intervenção cívica, a conta-gotas, que Cavaco não me agrada. Há muito mais matéria de facto para tal, desde logo bem viva na memória pelos seus 10 anos de governo. Mas isso daria um grande comentário...

Quanto ao facto de a estratégia de Soares ser a do desespero, não concordo. Como é que se fazem campanhas eleitorais em democracia? Não é discutindo ideias? Não vejo outra forma de esclarecer as pessoas. Soares só procura fazer isso. Mais nada. O que está enraizado na opinião pública, na verdade, é a noção de que se Cavaco começa a discutir a sério, então começa também a perder o pé. E porquê?

Concluindo, não sei se Cavaco vai ou não vencer. Tudo indica que sim. Chegar à 2ª volta é por isso, e para já, um objectivo vital para a esquerda. Depois, no prolongamento, logo se verá quem tem mais pernas.

1 abraço

6:09 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Site Counter
Bpath Counter

fugaparaavitoria[arroba]gmail[ponto]com