domingo, dezembro 11, 2005

Cinzentismos e Sebastianismos

Com o dia de hoje elevam-se a sete as jornadas que levo fora do país, faltando ainda mais umas quantas para me encontrar de volta ao rectângulo de Viriato. Bom, sem ver debates presidenciais, com acesso à net muito esporádico, adianto apenas que, desde que saí de Portugal, ainda não vi o sol por um minuto. Nem um minuto e já lá vão cinco dias de Paris e dois de Amesterdão. Sem sol, fica então o quê? Neblina, céu cinzento claro ou escuro ou mesmo negro, chuvinha irritante que às vezes cai horas e horas a fio e nevoeiro, às vezes bem denso, muito nevoeiro, especialmente ontem e hoje.
É pois de crer que D. Sebastião, um qualquer, a aparecer realmente, fa-lo-á com muito maior probabilidade num sítio destes. Estão pelo menos criadas as condições climatéricas para tal. Só que aqui ninguém o espera, e anda-se para a frente sem hesitações. Ou pelo menos assim parece...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Site Counter
Bpath Counter

fugaparaavitoria[arroba]gmail[ponto]com