segunda-feira, outubro 16, 2006

Adágios deste tempo (III)

"21 - Homem pequenino, não tem necessariamente de ter um de asinino.
22 - Os futebolistas dão sempre nas vistas.
23 - Quem muito fala só pode ser um génio.
24 - Quem se mete a viver com um preservativo, mete-se fora da sociedade.
25 - Ri-se só quem está a ser enrabado ao sábado.
26 - Os moribundos comem kiwis.
27 - Os jornalistas, em vias de extinção, copiam-se todos uns aos outros.
28 - No Verão divide o teu cão pelos vizinhos.
29 - «Finalmente vai a Fátima!» dizem os caóticos.
30 - Quem come pão ainda acredita na revolução."
Manuel da Silva Ramos
(Ambulância, Pubs. D. Quixote, 2006, p. 195/6)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Site Counter
Bpath Counter

fugaparaavitoria[arroba]gmail[ponto]com