quarta-feira, novembro 22, 2006

Faz sentido acabar com a Festa da Música?

Esta é a questão que importa debater, agora que os responsáveis administrativos e políticos ditaram a extinção dum evento criado em 2000 e que marcou o panorama cultural luso, não só pela alta qualidade da oferta e das condições como pela grande adesão popular.
Diz o actual director do CCB que esta medida deveu-se ao corte orçamental de 600 mil euros. Ora, sendo assim, poder-se-ia retomar o evento no próximo ano; ou fazê-lo em formato reduzido.
Que não, antes um novo formato, dedicado ao piano e com c.1/2 dos concertos de 2005 (51 para 115). Então metade não chegava nos velhos moldes ("afectaria o próprio conceito", apesar de assim ter começado) mas nos novos moldes já chega? E só piano porquê? Se a questão é o preço, porque não adufe ou ferrinhos?
Que esgotava 1/3 do orçamento (1,2 milhões de euros em 2005) em 3 dias. Primeiro, importa esclarecer: 1/3 antes ou depois das significativas receitas de bilheteira (em 2005 venderam-se 51548 bilhetes, correspondendo a 550 mil euros)? Segundo, com esta lógica estão em causa todos os grandes festivais culturais lusos, ou pelo menos a sua subvenção pública, pois todos eles se concentram em poucos dias. Faltou prolongar ao longo do ano os efeitos da Festa? Faltou, mas isso não era responsabilidade do festival, antes doutras entidades (vd., por ex., os concertos de Natal nas igrejas, que ainda podem ser melhorados e alargados a outras quadras do ano). E aqui cabe alguma responsabilidade tb. aos media, que podiam divulgar tb. estas iniciativas com mais atenção.
Talvez se possa avançar antes causas omissas para esta extinção: o peso do novo Museu Colecção Berardo, com 500 mil euros acordados só para aquisições anuais para reforçar a colecção privada, 5 administradores a tempo inteiro, funcionários a assegurar só para esse novo espaço, etc.. Neste caso, trata-se duma opção estratégica pelas artes plásticas, ou por esta colecção em particular. Porque não assumi-la?
Outra motivação possível: seria a Festa da Música demasiado popular para o gosto das elites lusas, que não gostam de ter as massas junto de si enquanto exibem o seu gosto pela cultura erudita?
É que este festival era um exemplo de consolidação e atracção de públicos para a música clássica (acompanhando o caso francês), de visibilidade para os músicos nacionais, de contacto com intérpretes de grande qualidade, de diversidade de compositores, períodos e estilos, e de economia de escala (cf. Cristina Fernandes e Rui Vieira Nery, este +assertivo em depoimento à TSF ou RDP, ontem de manhã).
Assim, tal como surge nos jornais (vd. aqui e aqui), parece uma história mal contada.
Nb: cartoon de GoRRo, originalmente inserto no post sobre o Centro Coltural Berardo.

5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

é que faz barulho

8:58 da tarde  
Blogger Raposa Velha said...

Já se sabe que o dinheiro nunca chega para tudo. Acontece que Sócrates quer a todo o custo que o seu amiguinho Berardo tenha umas paredes para pendurar os seus rabiscos. Portanto qual é a
solução? Tirar dum lado para para pôr noutro. Uma coisa é certa, anualmente vai-se gastar bem mais dinheiro com o museusinho do Berardo do que com a festa da música. Só falta esperar para ver se a tasca do Berardo conseguirá num ano o mesmo número de visitiantes que a festa da música tinha em 3 dias.

Valerá a pena trocar a Festa da Música, um evento ímpar e de referência no nosso panorama musical, pela massagem ao ego do sr. Berardo?

11:43 da tarde  
Blogger Daniel Melo said...

É, o CCB- Centro Coltural Berardo, da era Meguito, prossegue nos seus n.ºs de ópera bufa.
Então vinha aí um núcleo do Hermitage, mais o Museu da Fundação Oriente, o novo centro de arte contemporânea algures em Sintra e o diabo a 4, eram precisas estas rábulas?
É que não se percebe nada.

12:21 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Nem mais, nem mais. E já agora um recadito ao sr. Berardo. Que ponha os olhos no Sr. Gulbenkian. Esse construía os espaços para as suas colecções, não os ... oops desculpem ia utilizar um verbo feio, "solicitava" aos contrinuintes.

Fernando Vasconcelos

5:53 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

[url=http://www.ganar-dinero-ya.com][img]http://www.ganar-dinero-ya.com/ganardinero.jpg[/img][/url]
[b]Estas buscando formas de ganar dinero[/b]
Nosotros hemos encontrado la mejor pagina web en internet de como ganar dinero. Como fue de utilidad a nosotros, tambien les puede ser de utilidad a ustedes. No son unicamente formas de ganar dinero con su pagina web, hay todo tipo de formas para ganar dinero en internet...
[b][url=http://www.ganar-dinero-ya.com][img]http://www.ganar-dinero-ya.com/dinero.jpg[/img][/url]Te recomendamos entrar a [url=http://www.ganar-dinero-ya.com/]Ganar dinero desde casa[/url][url=http://www.ganar-dinero-ya.com][img]http://www.ganar-dinero-ya.com/dinero.jpg[/img][/url][/b]

9:40 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Site Counter
Bpath Counter

fugaparaavitoria[arroba]gmail[ponto]com