sábado, novembro 04, 2006

Retrospectiva de Visconti na Graça e de graça!

No centenário do cineasta Luchino Visconti, o ABC Cine-Clube de Lisboa propõe um ciclo retrospectivo da sua obra, com entrada livre! Começou ontem com Morte em Veneza, continua hoje com o fortíssimo Violência e paixão (às 17h). Seguem-se-lhe, e até ao fim do mês, Sentimento (9: 18h30), A terra firme (4: 17h), Belíssima (16: 18h30), Obsessão (18: 15h), O leopardo (a confirmar, 18: 17h30), Os malditos (23: 18h30), Rocco e os seus irmãos (25: 17h) e, a encerrar, O intruso (30: 18h30). Todas as sessões são no Aud.º João Hogan d'A Voz do Operário (R. Voz do Operário, 13; tel. 218 862 155), com o apoio técnico do Museu do Neo-Realismo e patrocínio do programa Rede Alternativa de Exibição Cinematográfica do ICAM-MC. Mais inf. neste programa, biografia aqui. Nb: na imagem, Visconti com Maria Callas, no Teatro Scalla de Milão, durante os ensaios da Traviata, em 1955.
Também a Fundação Gulbenkian lançou agora o seu ciclo, «Como o cinema era belo», com 50 clássicos ficcionais, recuperando a 7.ª arte em contexto de comemorações (esperemos que seja para prosseguir em programação regular e diversificada). Arranca hoje em grande, com O vale era verde, de John Ford (às 15h30), no Grande Aud.º. Não é de graça mas tem preços módicos (2,5 euros). O Sentimento, de Visconti, também aí se exibirá, lá para Fevereiro. É merecido.

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Já não há realizadores assim...:(

7:37 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Site Counter
Bpath Counter

fugaparaavitoria[arroba]gmail[ponto]com